As rainhas da bola
  • PôJuiz

As rainhas da bola




Nós, torcedores, sempre discutimos quais são os melhores jogadores do mundo. Todos se lembram de nomes como Pelé, Messi, Cristiano Ronaldo, Maradona etc..., mas nunca paramos pra pensar que conhecemos pouco sobre a modalidade feminina deste esporte maravilhoso. Assim deixando, muitas vezes no esquecimento, grandes mulheres que marcaram a história do futebol mundial.


É de extrema importância reafirmar que o futebol feminino é e sempre será uma modalidade respeitada, digna de equivalência e de igualdade com o futebol masculino. Todas as mulheres são dignas e devem ser respeitadas em suas escolhas, inclusive com a do esporte, sem a esteriotipação do futebol como algo de "menino". Todos e todas somos livres para realizar nossas escolhas. Por um mundo onde o futebol igualitário e sem injustiças.


10. Birgit Prinz


A ex-atacante alemã é a segunda maior vencedora do prêmio de melhor jogadora do mundo, levantou o troféu em 2003, 2004 e 2005, sendo também a segunda maior artilheira em Copas do Mundo Femininas, com 14 balanços de rede.


9. As torcedoras


A expressão "torcedora" se originou no Brasil. O termo existe por causa de mulheres, mais especificamente, torcedoras do Fluminense FC. No início do século XX, as moças, acompanhadas por seus maridos, se vestiam com longos vestidos, chapéus e luvas. Perante o calor carioca, acabavam por retirar as luvas das mãos e torciam-nas, pelo nervosismo das partidas. O cronista Coelho Neto notou o hábito e as apelidou como "torcedoras".


8. São José


A equipe da cidade paulista merece grande destaque nessa lista. O clube venceu a copa Libertadores da América feminina em 2014 e foi campeão mundial em seguida. Na semifinal, as paulistas derrotaram o time japonês, Urawa, por 1 a 0 e conquistaram o título por cima do gigante inglês, Arsenal, vencendo a partida por 2 a 0.


7. Mia Hamm


Mia Hamm, atacante norte-americana, ganhou, com sua seleção, duas medalhas de ouro olímpicas (Atlanta em 1996 e Atenas em 2004) e uma Copa do Mundo, em 1999. Em quase 280 partidas com a camisa americana, a atleta marcou 158 gols. A goleadora aparece na lista dos 125 melhores jogadores vivos da FIFA. A mesma foi eleita a melhor jogadora do mundo 2 vezes, em 2001 e em 2002. Mia também foi fundadora do time de Washington Freedom, em 2001.


6. Silvia Regina


A árbitra foi reconhecida pela Federação Paulista de Futebol em 1997, onde passou 6 anos da sua carreira apitando jogos femininos. Em 2003, ela entra para a história do futebol brasileiro ao se tornar a primeira mulher a apitar uma partida masculina do esporte na série A do Brasileirão.


5. Abby Wambach


Abby Wambach é a maior artilheira da história da seleção dos EUA- tanto a feminina quanto a masculina. Com 184 chutes passados pela linha do gol, Abby possui duas medalhas olímpicas de ouro, por Atenas em 2004 e por Londres em 2012. Ademais, 1 Copa do Mundo, em 2015, pra completar a coleção e por final, sendo eleita a melhor do mundo em 2012.


4. Hope Solo


A arqueira americana tem uma longa linhagem na seleção de seu país, iniciando em 2000. Em 19 anos, já possui duas medalhas de ouro olímpicas (Pequim em 2008 e Londres em 2012) e uma Copa do Mundo, em 2015. Além de ser recordista em: a goleira que mais vestiu a camisa da seleção (192), mais minutos consecutivos jogados pela seleção (1256) e maior número de partidas de invencibilidade (55).


3. Honey Thaljieh


A palestina desde criança tinha o sonho de jogar futebol, mas devido a religião de seus pais, não era permitida. Na faculdade, em Belém, reuniu um grupo de colegas e ali criaram a Seleção Palestina de Futebol Feminino. A Federação autorizou a criação da equipe em 2005. Após cerca de 17 gols em jogos internacionais por sua pátria, Thaljieh se aposentou devido a uma série de lesões, mas não abandonou o futebol. Terminou a pós-graduação da Fifa em "Gestão, lei e humanidades do esporte" em 2012 e trabalha na entidade desde então. Atualmente, é gerente de comunicações corporativas. Honey é, sem dúvida, uma das mulheres mais inspiradoras mundialmente.


2. Carli Lloyd


A camisa 10 da seleção americana acumula dois prêmios da FIFA de melhor jogadora do mundo, levantando os títulos em 2015 e 2016). A meia atacante também tem em seu currículo duas medalhas de ouro das olimpíadas de 2008 e 2012, uma taça mundial de 2015 e no mesmo ano, o título de melhor jogadora. Lloyd joga atualmente pelo Manchester City.


1. Marta


A maior vencedora da premiação de melhor jogadora de futebol do mundo. A goiana conquistou 5 vezes consecutivas o prêmio da FIFA (2006, 2007, 2008, 2009, 2010), sendo um recorde entre homens e mulheres. Também é a maior artilheira da história das Copas Mundiais Femininas, com 15 gols marcados, e a maior artilheira da história da seleção brasileira, tanto feminina quanto masculina, com 106 gols.


©2019 by PoJuiz