• PôJuiz

O fim de uma era: Arjen Robben anuncia sua aposentadoria


Os anos passam muito rápido no mundo do futebol. Constantemente nos deparamos com grandes estrelas em seu auge e, num piscar de olhos, eles anunciam sua aposentadoria. Hoje, foi a vez do ponta holandês Arjen Robben anunciar sua aposentadoria aos 35 anos.


Conhecido pela sua velocidade e dribles precisos (sua jogada característica era o corte para a esquerda e chute ao gol), Robben estava sem clube desde o final da última temporada, quando seu contrato com o Bayern de Munique expirou. De acordo com o mesmo, existiam diversas propostas de outros clubes, mas preferiu encerrar a carreira para não precisar enfrentar tantas lesões como nos últimos anos, sendo assim considerada pelo holandês “a decisão mais difícil de toda sua carreira”.


Sua carreira teve início no Groningen da Holanda, por onde jogou seis anos (três na base, um como adaptação e dois no time profissional) e conseguiu muito destaque, se transferindo em 2002 para o gigante PSV por 3,9 milhões de euros, conseguindo notoriedade na Europa ao formar uma excelente dupla de ataque com o sérvio Mateja Kežman. Foi então que em 2004 Robben se transferiu para o Chelsea da Inglaterra como um pedido especial do dono do time Roman Abramovich para ajudar a reconstruir o elenco, custando 18 milhões de euros. Após conseguir maior notoriedade no mundo (principalmente após a copa do mundo de 2006), conseguiu uma transferência para o Real Madrid por 24 milhões de euros em 2007, porém seu reinado nos campos madrilenos não durou muito devido a chegada de Cristiano Ronaldo e Kaká dois anos depois.


Foi então que, em 2009, a contra gosto, foi vendido ao Bayern de Munique por 25 milhões de euros. Robben já disse em algumas entrevistas onde acreditava que a transferência para o clube alemão era um retrocesso em sua carreira, mas o tempo lhe provou que estava completamente enganado. Por lá, conquistou 20 títulos com os bávaros incluindo a Champions League de 2013 sobre o rival Borussia Dortmund, sendo seu o único gol daquela emocionante partida.


Em sua seleção, Robben também foi um grande jogador, sendo um dos principais nomes daquela geração que contava com Wesley Sneidjer e Robin Van Persie. Em 2006, parou nas oitavas de final da copa do mundo, porém em 2010 chegou na final do torneio perdendo para a Espanha (nesta mesma copa, o Brasil foi eliminado pela Holanda com dois gols de Robben) e conquistou o terceiro lugar na Copa de 2014 ao bater o Brasil novamente (desta vez sem gols de Arjen).


Grandes jogadores vêm e vão todos os anos no mundo do futebol, porém o legado de alguns durará eternamente. A trajetória de Robben no mundo da bola jamais será esquecida visto tamanhos momentos mágicos que o mesmo nos proporcionou. Lances como aquele onde o mesmo driblou vários jogadores da Espanha em 2014 e fez um golaço jamais irão ser apagados de nossa memória. Por isso, nos resta agradecer este fantástico jogador por ter nos proporcionado momentos inesquecíveis de emoção no futebol.



Bedankt, Robben!

188 visualizações

©2019 by PoJuiz