• PôJuiz

O Manchester United vai conseguir voltar ao topo?



O futebol inglês está repleto de times vitoriosos, de muita tradição e que costumam atrair diversos fãs ao redor do mundo. Ser vitorioso na terra da rainha é sinônimo de ser reconhecido mundialmente por todos e ganhar uma quantidade maior ainda de fãs. Talvez por isso o Manchester United seja a sexta equipe esportiva profissional mais valiosa do mundo e o time com mais torcedores ao redor do planeta...


Mas não necessariamente o time precisa apresentar um futebol de primeira para ser considerado um clube de topo. Desde a saída do técnico escocês Sir Alex Ferguson após 27 anos a frente do clube e a incrível marca de 38 títulos conquistados pelos “Red Devils”, o clube nunca mais foi o mesmo. O também escocês David Moyes, que treinava o Everton a época, foi escolhido como o sucessor de Ferguson, porém sem sucesso, sendo demitido alguns meses após sua admissão.


Após a Copa do Mundo de 2014, o holandês Louis Van Gaal chegou ao United com a intenção de devolver as glórias ao time. Van Gaal chegou a ter alguns lampejos com o time como a conquista da F.A Cup em 2016, mas não foi o suficiente para ser substituído por José Mourinho no mesmo ano. O treinador português conseguiu algumas glórias com o time, como a Copa da Liga Inglesa, a Supercopa da Inglaterra e a UEFA Europa League na temporada 2016-2017, porém suas constantes desavenças com jogadores icônicos e importantes no elenco como Bastin Schweinsteiger, Wayne Rooney e Paul Pogba fizeram com que o mesmo fosse demitido ao decorrer da temporada passada. Chegou ao comando então o norueguês Ole Gunnar Solskjær, antigo xodó da torcida do Manchester e com uma filosofia parecida com a de Ferguson.


De fato, ainda é muito cedo para cravar que Solskjær irá conseguir resgatar aquele Manchester United que jogava para frente, com um futebol mágico e que nunca desistia de nenhuma jogo que Ferguson conseguiu criar, mas o norueguês tem o espírito daquele elenco vitorioso do United e quer mostrar isso (além de uma ajuda de seu ex-comandante, que frequentemente é visto no estádio).


A primeira ação que deve ser realizada pelo United para começar a pensar nos dias de glória novamente é mudar o perfil de contratações. Contratações badaladas como Angel Di Maria, Falcao Garcia, Schweinsteiger e de Alexis Sanches foram consideradas fracassos por todos, sendo que Di Maria veio a peso de ouro e Alexis conta com o terceiro maior salário da Premier League. Solskjær já começou a renovação no elenco trazendo jogadores jovens e com muito potencial como Daniel Jones, Aaron Wan-Bissaka e Harry Maguire.


Outro fator importantíssimo é o Manchester United ter a cabeça no lugar e não adiantar o processo. É evidente que os arquirrivais Manchester City e Liverpool possuem times muito mais competitivos hoje, mas a paciência para formar um time competitivo é essencial. O United hoje conta com atletas de altíssimo nível como Pogba, David De Gea e até mesmo o contestado Alexis Sanches, sendo necessário começar a construir um time campeão tendo esses jogadores como base, além dos jovens Martial e Rashford, que podem ajudar a agregar muito neste processo.


Às vezes, é necessário cair para alcançar voos mais altos. O Manchester United sofreu uma queda brusca de rendimento após a saída de Ferguson, contratações desastrosas e técnicos que não conseguiram impor seu estilo de jogo ao clube. A chegada de Solskjær foi uma decisão muito acertada pela diretoria do Manchester, mas é necessário que se tenha paciência com os resultados, afinal estamos falando de um time que está sendo moldado da mesma forma em que aquele United de 2008 com Cristiano Ronaldo, Rooney, Tevez, Ferdinand, Vidic, Giggs e cia foi construído. Sim, esta sendo um processo dolorido não apenas para os torcedores do United como também para os amantes de futebol, mas a grandeza deste clube e o planejamento correto os levará de volta ao topo do mundo, lugar de onde nunca deveriam ter saído.

385 visualizações1 comentário

©2019 by PoJuiz